our process & leather


All of our products are made with the greatest possible respect for our natural environment. While traditional leather tanning uses Chrome or other metal salts, at Aguapé, we exclusively use vegetable processes - sometimes known as Eco-tanning. Instead of metals, we use synthetic and natural tannins, produced from the barks of acacia, mimosa and other trees. It is a much cleaner and healthier process, which produces leathers that are equally elastic and strong.

As part of our natural processes, even the scales from these fish are transformed, taking full advantage of nature’s bounty. Hand removed from each skin before the tanning process, the scales are then tinted with the same dyes we use for our leather. Once dried, these tough, translucent, unusual disks are perfectly suited for ornamental use – either for the home, or in clothing and jewelry applications.

We also look forward to eventually offering a vibrant range of eco-colours, derived largely, from natural pigments.

manta em recorte de paralelograma - mesclada

A manta em couro de peixe é resultado de um processo 100% artesanal. As peles são recortadas uma a uma, depois montadas (sendo possível diferentes tipos de recorte); fixadas sobre uma base e então costuradas. As cores podem ser mescladas. Este processo manual resulta em uma peça de couro que pode ser produzida sob medida, em cores e desenho (estampa) personalizados. No site www.aguapele.com.br, visualize outras opções de recortes.

COURO DE RÃ - exótico e ecológico

O couro de rã é uma outra alternativa ao mercado de couros exóticos: bonito, resistente, com textura peculiar e única e ecologicamente correto. As rãs, assim como os peixes, são criadas unicamente para consumo da carne. As peles são subprodutos que seriam descartadas como resíduos no meio ambiente. A transformação em couro destas peles possibilita este reaproveitamento. O couro de rã possui ótima empregabilidade na área de moda, podendo ser utilizado para confecções de inúmeros produtos do setor. Para exemplificar, abaixo, carteira confeccionada com couro de rã tingido de azul e resultante de curtimento vegetal.

Escamas: dá pra reaproveitar sim!

No processo que realizamos, nada se perde, nem mesmo as escamas que se soltam das peles durante o processo de limpeza. Elas são guardadas, passam por um tratamento de limpeza e
são então coloridas. Também dá para manter seu tom natural (ver foto da escama branca).
As escamas coloridas são tingidas em banho que sai do processo de curtimento do couro.
Após secagem natural, elas estão prontas para serem utilizadas: podem ser tanto coladas em algum suporte, como perfuradas (uma a uma) para virarem bordados e biojóias.
Abaixo, foto detalhe de colar confeccionado com escamas de tilápia e algumas das cores
de escamas que temos em estoque.
Para mais informações, entre em contato conosco!